quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Tangedor ou Músico?

Tanger... Aquele que abre o céu!

“Agora, contudo, trazei-me um harpista. E sucedeu que, enquanto o harpista tocava, veio a mão do Senhor sobre Eliseu.
2 Reis 3:15

“Depois chegarás ao outeiro de Deus, onde está a guarnição dos filisteus; ao entrares ali na cidade, encontrarás um grupo de profetas descendo do alto, precedido de saltérios, tambores, flautas e harpas, e eles profetizando.
E o Espírito do Senhor se apoderará de ti, e profetizarás com eles, e serás transformado em outro homem”
1 Samuel 10:5-6

“Ora, o Espírito do Senhor retirou-se de Saul, e o atormentava um espírito maligno da parte do Senhor.
Então os criados de Saul lhe disseram: Eis que agora um espírito maligno da parte de Deus te atormenta;
dize, pois, Senhor nosso, a teus servos que estão na tua presença, que busquem um homem que saiba tocar harpa; e quando o espírito maligno da parte do Senhor vier sobre ti, ele tocara com a sua mão, e te sentirás melhor.
Então disse Saul aos seus servos: Buscai-me, pois, um homem que toque bem, e trazei-mo.
Respondeu um dos mancebos: Eis que tenho visto um filho de Jessé, o belemita, que sabe tocar bem, e é forte e destemido, homem de guerra, sisudo em palavras, e de gentil aspecto; e o Senhor é com ele.
Pelo que Saul enviou mensageiros a Jessé, dizendo: Envia-me Davi, teu filho, o que está com as ovelhas.
Jessé, pois, tomou um jumento carregado de pão, e um odre de vinho, e um cabrito, e os enviou a Saul pela mão de Davi, seu filho.
Assim Davi veio e se apresentou a Saul, que se agradou muito dele e o fez seu escudeiro.
Então Saul mandou dizer a Jessé: Deixa ficar Davi ao meu serviço, pois achou graça aos meus olhos.
E quando o espírito maligno da parte de Deus vinha sobre Saul, Davi tomava a harpa, e a tocava com a sua mão; então Saul sentia alívio, e se achava melhor, e o espírito maligno se retirava dele.”
1 Samuel 16:14-23

“Quando Jesus chegou à casa daquele chefe, e viu os tocadores de flauta e a multidão em alvoroço,
disse; Retirai-vos; porque a menina não está morta, mas dorme. E riam-se dele.
Tendo-se feito sair o povo, entrou Jesus, tomou a menina pela mão, e ela se levantou.
E espalhou-se a notícia disso por toda aquela terra.”
Mateus 9:23-26

Muito se têm escutado falar em excelência, em técnicas absurdas, ensaios desesperadores para que se encontre a sincronia entre os componentes, e muitas outras disposições a respeito da musicalidade dentro das igrejas, para que o ouvinte final se agrade e para que não haja reclamações de desafinações ou de falta de dom, e assim por diante.
Numa ganância destruidora de ser o melhor músico, melhor cantor, melhor animador de plateia, melhor back vocal, melhor isso... Melhor aquilo, esquecendo que a musicalidade perfeita somente será alcançada quando conseguirmos entender que o altar não é um palco, e sim que é uma extensão de uma vida de intimidade e busca constante a Deus e para Deus.
A palavra de Deus é clara e objetiva em todas as questões abordadas e lições de mudanças de vida e caminhos para que alcancemos o coração de Deus, quando regramos nosso dia a dia a leitura da palavra de Deus, jejuns, orações, vigilâncias, entramos em uma atmosfera de adoração que rasga os céus, que toca o coração de Deus e faz com que ELE volte a atenção para nós, de uma forma ímpar onde o que estava errado se concerte, o que estava destruído se reconstrua, o que não tinha mais esperança torne a sonhar, o que estava enfermo receba a cura, o que estava perdido volte para o caminho da salvação, tudo volta para o caminho de paz.
A música por si é a expressão dos sentimentos através de sons, e quando fazemos isso para louvor e honra somente d’Ele, expressando nossa gratidão, nosso anseio, nossa fome e sede por Ele... Quando entregamos a Ele nossos sentimentos, a cura é introduzida e rios de águas vivas fluem de dentro de nós alcançando todos que estiverem ao nosso redor.
Vemos exemplos acima de TANGEDORES que através de seus instrumentos conseguirão mudar o ambiente que se encontravam.

Você é um MÚSICO ou um TANGEDOR?

Faça uma análise e reflita sobre isso. O músico trabalha na qualidade humana, o tangedor trabalha na qualidade espiritual.

Como você tem colocado em prática o dom que foi dado a você?

Rompa as barreiras do seu egocentrismo, de querer ser o centro das atenções, de querer mostrar que você saber tocar o seu instrumento, e clame a Deus para que haja uma mudança de caráter, onde não seja apenas um toque qualquer de excelentes qualidades e demonstrações de horas de estudo, mas que além disso você busque a presença de Deus, diminuindo a cada elogio humano, a cada aplauso, a cada palavra que levante e te faça voar... e que o Senhor possa crescer em você e o poder d’Ele seja aperfeiçoado a cada acorde entoado, a cada melodia tocada.

Ana d’Oliveira.







terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Quer um sinal???

Palavra do dia - Mateus 16: 1- 4 - Quer um sinal????


O sinal é esse... O sinal de Jonas... O ARREPENDIMENTO... 



Os olhos humanos ficam deslumbrados diante do status. Entretanto, durante a corrida desenfreada em querer “ser alguém”, pisa-se em muitas pessoas. Isso explica porque o orgulho, a inveja, os ciúmes têm envenenado a igreja e se tornado a causa de diversos problemas internos nas congregações.



A humildade é uma cobertura ministerial que ajuda a manter a pureza do coração de um servo. É como aquele herói que não considera seu ato heroico, dizendo que apenas “fez aquilo que devia fazer”, porquanto identificou a necessidade do seu próximo e se ofereceu como solução. Fez o bem sem esperar nada em troca. Isso é sucesso aos olhos de Deus!